3/05/2006

Sapatinhos de dançar

Naquela espera silenciosa fiquei quieta observando os sapatinhos dançar.
Pulavam, saltitavam e giravam.
A música inexistentente comanda a sua pequqenina tropa.
Os meus dedos frios e mal tratados tentavam acompanhar a dança desconhecida.
E na minha mente eu era como um deles, livre nos sentimentos e presa nos movimentos.
Mas tão, tão graciosos os sapatinhos de dançar.
E aquela alegria floresceu então em mim, eu sorri, sorri sorri.

2/26/2006


Perto de ti. Sempre.
Que o mundo caiba nas tuas mãos. É pesad0?
Anda, eu ajudo-te!

Sim, isso dá um passo com calma.
Eu estou aqui. Sentes?
Isso, mesmo ao teu lado.

Sorrimos com naturalidade.
Nada nos para. Tens medo?
Não tenhas.

Agora Nasce!
Agora Respira!
Agora Pensa!
Agora Sente!
Agora Vive!



....Morre

2/24/2006

Selva organizada

Na ausência do meu ser, transferi-me para outro Mundo.

E na Loucura de uma Selva organizada e domesticada perco-me nos teus gritos de publicidade enganosa.

És apenas mais um Promotor a procura de 12,45€ por contrato.

2/21/2006

Meu adorado amor

Hoje tenho uma saudade de ti.
Uma Saudade tola.
E não tenho os teus lábios para beijar.
E não tenho a tua voz para ouvir.
Nove horas existem entre o nosso último olhar e o agora.
Lembro-me do teu after-shave, se imaginasses como adoro esse teu cheiro, bem mais que o teu perfume.
E não tenho o teu corpo para me acariciar.
E não tenho o teu perfume para cheirar.
Aninhada na cama, lembro-me de como é bom acordar ao teu lado, de como é gosto adormecer sentindo o teu corpo juntoi ao meu.
E não tenho a tua cara para observar.
E não tenho a tua pele para acariciar.
Meu adorado amor

2/17/2006

Irra! O Xiquito...

Olha olha... tu queres ver?
Com tanta merda esqueci-me de falar com o Xiquinho...
Tu queres ver?
Co'a breca, desta não 'tava a espera?
C'um escafandro, agora também já não são horas!
Olha que "pôssas"...
"Pôssas" não existe?!?!
E eu com isso!
'Tou preocupada é com o Xiquinho.
'Tou-te a dizer... devia ter-lhe falado.
Com'é?
"Ter-lhe falado" ou "ter falado com ele" vai dar ao mesmo local: este!
Irra! E agora pá?
'Tadito do Xiquito...
Amanhã tenho mesmo que falar com ele...
A ver se não me esqueço!
Tu alembras-me?
Eu quero la saber se é alembrar ou lembrar... o que importa é que tem que ser e já o Raul Solnado dizia: o que tem que ser tem muita power?
Não era ele?
O Pessoa? Não conheço, aliás não conheço o Pessoa em pessoa, mas devia ser uma boa pessoa.
Tás a ver a chalaça?!?!
Pobre do Xiquito fiquei mesmo apoquentado...
Olha, até manhã!
Depois se vê!

2/15/2006

Chegou a primavera, com toda a certeza!

O Sol bate e eu desfaleço de prazer.
Nesta calma de dia, em que poucos passarinhos enfeitam os ares, passeio com alegria.
Sim, chegou a Primavera, com toda a certeza!
Olho para a minha beira: o verde da erva e o amarelo das flores entranham-se numa harmonia perfeita.
Sinto-me bem, é nestes pequenos que eu agradeço á Deusa por me ter posto neste planeta.
Chego ao meu destino, uma brisa de frio lembra-me que o Inverno não se foi embora.
Duas Papoilas abrem-se para mim.
Sim, chegou a Primavera, com toda a certeza!

2/14/2006

S.Valentim



ODEIO-TE